DSO à exame: duas pequenas questões

Duas perguntas relativas à entrevista de Domingos Soares de Oliveira à revista Exame: 1. Segundo DSO, o Atlético está a pagar o estádio e então pediu um favorzito ao Benfica, nomeadamente, que deixasse pagar o Félix em prestações. Logo a seguir, DSO diz que não se batem cláusulas no futebol. O que é que é … Continue reading DSO à exame: duas pequenas questões

Anúncios

Milhões de brincar

Ah, e para quem acha que o valor é irrelevante se o jogador render, faço uma questão que já li algures: Se o Benfica tivesse pago 15M ao Sintrense pelo Nelson Semedo, teria sido um bom negócio, considerando que ele rendeu desportivamente e financeiramente? Claro que não. Carlos Vinicius até pode ser bom jogador (não … Continue reading Milhões de brincar

A saque

A carreira de Carlos Vinicius desde 2017 Julho de 2017: Assina pelo Real Massamá, vindo do Gremio Anápolis Julho de 2018: Depois de uma boa época na segunda divisão, assina pelo Nápoles, por 4M de euros Agosto de 2018: É emprestado pelo Nápoles ao Rio Ave Janeiro de 2019: Depois de meia época interessante, é … Continue reading A saque

Félix para papalvos

Num ano em que se fizeram imensos milhões a vender excedentários, o desespero para vender João Félix era tanto que não era possível esperar nem mais uma época. Assim, o Benfica aceita vender o jogador a um clube que não paga a clásula, no mesmo dia em que esse mesmo clube vende um jogador precisamente … Continue reading Félix para papalvos

O dossiê Félix, de novo

No próximo R&C vamos ter que estar mais atentos do que o costume. Vamos querer saber quanto dos 126M entraram realmente. Vamos querer saber quanto foi pago em despesas de intermediação. Vamos querer saber quanto se gastou nos vários Pedros Netos que virão para abater nos 126M. E mais, vamos querer saber que prestações serão … Continue reading O dossiê Félix, de novo

Um super-agente que não faz super-negócios

Ser parceiro do Benfica deve ser uma das coisas mais fáceis do mundo. Pode não ser bem assim, mas certamente é assim que deve pensar Jorge Mendes. Sucedem-se as vendas milionárias nos últimos anos. Guedes, Semedo, Ederson, Lindelöf, Gaitan, Renato, entre tantos outros jogadores, alguns com poucos meses de Benfica, rumaram a outras paragens. Em … Continue reading Um super-agente que não faz super-negócios

As incongruências do senhor presidente

1. «Nunca me passou pela cabeça formar para vender». No entanto, Lindelöf (1 época e meia), Semedo (1 época), Ederson (1 época), Guedes (meia época) e Renato Sanches (meia época) foram todos vendidos pouco depois de assumirem a titularidade da equipa e alguns num estado de maturação ainda incompleto. Se não formamos para vender, para … Continue reading As incongruências do senhor presidente

Ai Félix…

João Félix é indiscutivelmente um dos maiores talentos que apareceu nos últimos anos no futebol português. Na sua época de estreia na Primeira Liga, mesmo com um treinador limitado como era Rui Vitória, no pouco tempo que tinha para se mostrar, foi mostrando muita qualidade. Chegou Lage, e o miúdo tornou-se indiscutível. Exibições fantásticas não … Continue reading Ai Félix…