Análise à época desportiva: Update #6

Acabou a época da nossa equipa de basquetebol. Por outras palavras, acabou-se o suplício. É impossível dizer alguma coisa boa sobre esta secção. O Benfica começou a época em litígio com o anterior treinador, forçou a saída do mesmo para colocar um espanhol que era ainda pior, e quando a situação se tornou insustentável, repescou … Continue reading Análise à época desportiva: Update #6

Anúncios

Um super-agente que não faz super-negócios

Ser parceiro do Benfica deve ser uma das coisas mais fáceis do mundo. Pode não ser bem assim, mas certamente é assim que deve pensar Jorge Mendes. Sucedem-se as vendas milionárias nos últimos anos. Guedes, Semedo, Ederson, Lindelöf, Gaitan, Renato, entre tantos outros jogadores, alguns com poucos meses de Benfica, rumaram a outras paragens. Em … Continue reading Um super-agente que não faz super-negócios

O fim da Eusébio Cup?

Comecemos pelo enquadramento histórico. Em 2008, nas cabecinhas pensadoras da direção do Benfica, fez-se luz (esta uma das boas), e criou-se um torneio de pré-época que, embora seja um jogo amigável, desde o dia um se tornou um jogo com uma mística enorme. Não era para menos, era a grande homenagem à maior lenda de … Continue reading O fim da Eusébio Cup?

As incongruências do senhor presidente

1. «Nunca me passou pela cabeça formar para vender». No entanto, Lindelöf (1 época e meia), Semedo (1 época), Ederson (1 época), Guedes (meia época) e Renato Sanches (meia época) foram todos vendidos pouco depois de assumirem a titularidade da equipa e alguns num estado de maturação ainda incompleto. Se não formamos para vender, para … Continue reading As incongruências do senhor presidente

Números crus sobre a gestão dos meninos

Pequeno estudo sobre o número de jogos que alguns jogadores determinantes (vindos das camadas jovens ou que chegaram jovens ao clube) fizeram ao serviço dos seus clubes em ligas periféricas (fonte de dados: Zerozero). Considerei apenas jogadores que estiveram nos clubes nas últimas 5 épocas. Número médio de jogos realizados antes de sair: 1. Shakhtar … Continue reading Números crus sobre a gestão dos meninos

Rescaldo da Assembleia Geral

Notas da Assembleia Geral: 1. Nuno Gaioso Ribeiro a deixar claro que modalidades é para continuar a perder, porque "somos um clube eclético" e os outros metem tudo numa só modalidade. Por outras palavras, a ideia da direção é que sejamos ecleticamente derrotados. Sim, as modalidades, nalguns casos, é dinheiro a fundo perdido. Porém, é … Continue reading Rescaldo da Assembleia Geral

Análise à época desportiva: Update #4

Terminou ontem a época da nossa equipa de hóquei em patins com mais um melão, pelo que faço hoje o quarto update a esta imagem, originalmente publicada a 28 de Janeiro. Sobre a análise de época, já disse tudo há cerca de semana e meia. A época foi uma vergonha a todos os níveis: preparação, … Continue reading Análise à época desportiva: Update #4

Análise à época desportiva: Update #3

Terminou anteontem a época da nossa equipa de andebol, pelo que faço hoje o terceiro update a esta imagem, originalmente publicada a 28 de Janeiro. O andebol do Benfica é indubitavelmente, das 5 principais modalidades de pavilhão, a modalidade em que a nossa equipa é a equipa menos à Benfica. Desde 1990, o Benfica conquistou … Continue reading Análise à época desportiva: Update #3

Um passo atrás para dar dois para a frente

Pouco importa que a época ainda não tenha acabado e que ainda haja um troféu em disputa. Pouco importa porque não será a Taça de Portugal que salvará esta miserável época. A época é fácil de analisar. Foi uma vergonha. Pronto, está a análise feita. Começou mal logo de início, quando se manteve Pedro Nunes. … Continue reading Um passo atrás para dar dois para a frente