Cinco notas curtas sobre a rescisão de Jesus

Cinco notas curtas sobre a rescisão de Jesus Peca por tardia. Depois de um desastre como foi o da época passada, poucos treinadores resistiriam no Benfica. Só que este era caro de despedir, por isso aguentou-se até mais não dar. O resultado está à vista.Fazer isto 2 dias antes de um clássico que pode deixar … Continue reading Cinco notas curtas sobre a rescisão de Jesus

O mercado

O mercado Começo por dizer o óbvio: o plantel do Benfica está mais equilibrado hoje do que estava há um ano. Entraram jogadores de qualidade, como Yaremchuk ou João Mário (eu, que fui contra, tenho que dar o braço a torcer, pois tem sido um bom reforço), e não saiu nenhum jogador-chave. Em bom rigor, … Continue reading O mercado

O reforço da máquina de vícios, a.k.a., estrutura

A imprensa desportiva, hoje em dia, é algo em que poucos adeptos confiam. Contudo, não é por isso que ela deixa de ser usada por atores desportivos, seja para promoção de ativos, seja para preparar adeptos para decisões menos consensuais que estejam previstas. É um pouco a capa encomendada que cheira a capa do Record … Continue reading O reforço da máquina de vícios, a.k.a., estrutura

A venda do naming do Estádio em 6 pontos

1. Sou totalmente a favor da venda do naming do Estádio. Compreendo os mais românticos, mas sou da opinião que o verdadeiro Estádio da Luz morreu algures no início do século. Não é que não goste do atual, que até acho que tem bastante encanto, mas não é a mesma coisa. Por isso, acho bem … Continue reading A venda do naming do Estádio em 6 pontos

As razões do insucesso – Um desenho para pulhas.

Ser funcionário na comunicação do Benfica é um ofício muito peculiar. Por um lado, na maior parte do tempo, é um trabalho fácil pois basta seguir acriticamente a cartilha por alguns definida. Por outro, nalguns momentos de exceção, exige uma criatividade extraordinária que só os melhores possuem. Nas últimas semanas, com a época do Benfica … Continue reading As razões do insucesso – Um desenho para pulhas.

Crónicas de um desesperado – O triste sabor da indiferença

O fracasso dói, mas o que mais custa é não ver a luz ao fundo do túnel. É assim que me defino perante o Benfica atual. Ao longo dos anos, habituei-me a estar do outro lado da barricada. Contudo, até nos piores momentos havia sempre qualquer coisita que nos ia alegrando e a que nos … Continue reading Crónicas de um desesperado – O triste sabor da indiferença

O estranho caso do ciclo que ainda agora começou mas que já parece gasto

Jorge Jesus chegou ao Benfica há 11 anos. Trouxe consigo imensas virtudes técnicas e desportivas que compensavam e muito os seus defeitos. Pegou num Benfica já desabituado de ganhar e tornou-o um clube vencedor. No entanto, ao fim de 6 anos, era notório que era preciso refrescar. O Benfica tinha recuperado (alguma) cultura vencedora, mas … Continue reading O estranho caso do ciclo que ainda agora começou mas que já parece gasto

Um reles será sempre um reles

O jogo de ontem foi o que foi. Isto não é Football Manager, pelo que mesmo sendo contra um adversário muito inferior, não se poderia esperar um jogo bem conseguido quando não há rotinas entre os jogadores, ainda para mais se considerarmos que houve jogadores que não jogavam há meses, como Ferreyra. Não houve muitos … Continue reading Um reles será sempre um reles

Incompetentes a vender

No que toca a vender jogadores, quando não há Mendes em ação, a estrutura 10 anos à frente é, simplesmente, inexistente. O Benfica partiu para esta temporada com mais de 30 jogadores para colocar, excluindo claro muitos miúdos menos relevantes. Entre jogadores bastante valorizados do plantel principal, como Vinicius, ou que estavam anteriormente emprestados, como … Continue reading Incompetentes a vender