O plantel de 21/22

Desenhar o plantel do Benfica para a época seguinte, fazendo uma análise das valias dos atuais jogadores e identificando as lacunas, é sempre um exercício engraçado. É como jogar Football Manager, mas sem estar condicionado aos atributos que os olheiros do jogo definiram. É porém menos engraçado quando o ponto de partida é o Benfica atual, porque basicamente tudo estará limitado por uma direção de vistas curtas, por um treinador que se acha a última bolacha do pacote, e inclusivamente por uma massa adepta amorfa, relutante e resistente à mudança.

Seja como for, como de costume, aventuro-me a fazer tal exercício, e recupero palavras que já usei no passado: o balneário do Benfica precisa de uma limpeza profunda. Já precisava no ano passado depois da atitude vergonhosa que tiveram para com Bruno Lage, e depois desta época precisa ainda mais, pois escasseia qualidade, atitude competitiva, e inclusivamente respeito pelo Benfica e pelos seus adeptos.

Na baliza, Odysseas voltou a mostrar que não é guarda-redes de equipa grande. Dadas tantas fragilidades no controlo da profundidade, é difícil censurar JJ na gestão do grego. Contudo, apesar de Helton ter dado uma boa resposta, é muito curto para as aspirações do Benfica. Portanto, um reforço para a baliza exige-se. Quanto a Svilar, continuou a crescer, mas precisa de rodar. Um empréstimo será essencial para a sua evolução, embora pareça que ele estará de saída de vez.

Na lateral direita, entre equipa A, equipa B e emprestados, só Diogo Gonçalves tem qualidade para continuar. Gilberto foi mais um fetiche estúpido de JJ, o 34 não só já não tem qualidade como faz parte do núcleo duro que precisa de ser limpo, Ebuehi foi mais uma contratação anedótica, Pedro Pereira não resultou, e os miúdos Tomás Tavares e João Ferreira precisam é de rodar. Também aqui é essencial um reforço para rodar com o Diogo. No Benfica de Vieira? Esse reforço será André Almeida.

Na lateral esquerda, não se aproveita um. O único jogador com qualidade é Grimaldo, que claramente, e já há alguns anos, não tem a cabeça no Benfica, por isso é deixá-lo ir à sua vida e encaixar um montante simpático. De resto, Nuno Tavares é fraco, Tiago Araújo precisa de continuar a crescer, e Frimpong é insuficiente. São preciso, portanto, reforços.

Nos centrais, é dos poucos sítios onde há qualidade. Otamendi conquistou-me a mim e a muitos fazendo uma boa época, Veríssimo tem muita qualidade, e Verthongen, apesar de já estar em evidente declínio, continua a ter qualidade. Fora estes, também Morato cresceu muito e pode ocupar o lugar de 5º central sendo titular na B. Fica por isso a faltar apenas um 4º central. Jardel não pode ser esse jogador pois hoje em dia não tem qualidade para sequer jogar no Tugão I, Kalaica parece que estagnou (fruto da gestão miserável que fizeram dele), Conti é fraco, e Ferro parece um jogador diferente daquele que já vimos. Assim, é preciso ir ao mercado. Gosto de Fábio Cardoso, pois é hoje muito mais jogador do que quando saiu, é formado no Seixal, e teoricamente implicaria um investimento pequeno.

A maior limpeza tem que ser feita no meio-campo. A meu ver, do meio-campo deste ano, só ficaria com Weigl e, no limite, com Chiquinho. Samaris (infelizmente) parece que fisicamente não dá mais, Taarabt tanto faz um momento de magia como faz um disparate de todo o tamanho, Gabriel é o mesmo que Taarabt só que alia a isso uma atitude miserável, Pizzi é outro que faz parte do núcleo duro de primadonas que manda no balneário, e David Tavares e Alfa Semedo, que são fracos. Sobra Chiquinho, que por ser uma solução low-cost, não me chocaria se ficasse. O engraçado é que nem precisaríamos de gastar um balúrdio a reforçar o setor. Florentino é um excelente jogador e é escandaloso que não tenha ficado este ano. Filipe Soares, do Moreirense, pelas mesmas razões de Fábio Cardoso, encaixaria na perfeição no plantel. Gedson e Krovinovic também encaixariam bem no plantel, até porque têm ambos características que JJ gosta, sendo que o problema parece ser que eles não estão para aqui virados e podem ser uma fonte interessante de receita. O próprio Tiago Dantas tem qualidade e potencial para ser uma boa opção de recurso. Essencial é contratar um 8, e aqui sim será preciso investir, pois de soluções faz-de-conta estamos nós fartos.

Nas alas, eu diria que estamos relativamente bem. Gosto muito do Everton, que após um período de adaptação, agora no fim da época mostrou do que é capaz, e por isso acredito que esta será a época em que explodirá. Rafa também é bom jogador, sendo que longe da trupe do costume, talvez atinasse e voltasse a ser o craque que já vimos. Cervi, não sendo craque, tem atitude competitiva. Tenho pena que ele esteja de saída, porque eu ficaria com ele no plantel como solução de recurso. Pedrinho parece que já não conta. E por fim ainda há Jota, que tem muito potencial e só precisa de ser aposta em condições na sua posição nativa. Saindo Cervi, naturalmente, vamos precisar de ir ao mercado, mas convém não gastar muito dinheiro que fará noutros setores.. Yony e Caio, obviamente, não servem.

Por fim, no ataque, não é preciso muitas mudanças, mas é preciso sangue frio. Seferovic fez uma época positiva, por isso é aproveitar e enganar alguém. Para o seu lugar, já que o favor ao Mendes já foi feito, é aproveitar o Vinicius. De resto, Darwin e Waldschmidt fizeram uma época abaixo das expectativas mas têm ambos qualidade e por isso não deveríamos desistir já deles. E claro, há o menino Gonçalo Ramos, que é a prova evidente que JJ está igual ou pior do que quando deixou o Benfica há 6 anos. Os restantes, Arango e Cádiz, nunca deveriam sequer ter vindo.

Em suma:

REFORÇO / Helton / (titular B)
D. Gonçalves / REFORÇO / (titular B)
REFORÇO / REFORÇO / T. Araújo (B)
Otamendi / Veríssimo / Vertonghen / REFORÇO (sugestão: Fábio Cardoso) / Morato (B)
Weigl / Florentino / REFORÇO / REFORÇO (sugestão: Filipe Soares) / Chiquinho ou Gedson ou Krovinovic (?) / Dantas (B) / Paulo Bernardo (B) / Ronaldo (B)
Everton / Rafa / Cervi ou REFORÇO / Jota / (titular B)
Darwin / Waldschmidt / Vinicius / Gonçalo Ramos (B)

VENDAS: Odysseas; Gilberto; A. Almeida; Ebuehi ; Pedro Pereira; Grimaldo; Nuno Tavares; Frimpong; Jardel; Conti; Samaris; Pizzi; Taarabt; Gabriel; David Tavares; Chiquinho (?); Gedson (?); Krovinovic (?); Alfa Semedo; Pedrinho; Yony; Caio Lucas; Seferovic

EMPRÉSTIMOS: Svilar; Tomás Tavares; João Ferreira; Ferro; Nuno Santos;

Como escrevi acima, que o balneário precisa de uma limpeza é evidente. O problema é quando essa limpeza tem de ser feita depois de um all-in feito com o único propósito de ganhar eleições, o que limita as possibilidades dadas as contingências financeiras. Posto isto, se conto com esta limpeza? Não conto. Vamos assistir a muitos episódios de “o [INTRODUZIR NOME DE JOGADOR INÚTIL] já nos deu muito”, a muitos episódios de “Vieira segura [INTRODUZIR NOME DE JOGADOR INÚTIL] após proposta de [MUITOS] milhões”, e provavelmente também a alguns episódios de “Jesus agradado com a resposta dada na pré-época por [INTRODUZIR NOME DE JOGADOR INÚTIL]”. Assim, vamos assistir a algumas saídas, provavelmente poucas, e a substituições por jogadores do catálogo (bem-vindo Vinagre?). Se resultar, fantástico. Se correr mal, como tem sido hábito nos últimos anos, a culpa será dos adeptos que não apoiaram o suficiente. Já só não está vacinado contra isto quem não quer.

9 thoughts on “O plantel de 21/22

  1. Baliza: REFORÇO GR, Svilar, Samuel Soares

    Defesa: Verissimo, Otamendi, Vertongen, Morato, Tomás Araujo, André Almeida, João Ferreira, Diogo Gonçalves, REFORÇO DE, Tiago Araujo

    Meio Campo: Samaris, Weigl, Florentino, REFORÇO MC, REFORÇO MC, Paulo Bernardo

    Ataque: Rafa, Everton, REFORÇO MA, Tiago Gouveia, Waldschmidt, Darwin , Gonçalo Ramos, REFORÇO PL, Rodrigo Pinho

    DiRECÇÂO (CLUBE e TÉCNICA) ACIMA DE TUDO.

    Gostar

  2. primeira contratação, um presidente sem isso qualquer exercício que se faça é discutir lana caprina.
    depois um treinador.

    depois com este treinador existem jogadores que por muito bons que sejam com ele não contam.

    para a baliza na equipa b não existe neste momento ninguém com capacidade para ser sequer terceiro guarda redes para nereus já bastou o original.

    andre almeida tem de ficar pela sua polivalência, até porque o diogo não sabe defender nem nunca vai saber alias ele é o grimaldo do lado direito.
    contratava um defesa direito na eventualidade do andre não recuperar até porque o diogo pode jogar a extremo onde é o seu lugar.

    os centrais fechava como tens.

    o florentino nunca será opção com o bazofias, o filipe soares não tem qualidade, o dantas não tem capacidade física para um clube como o nosso muito menos para um meio campo a dois.

    cervi só como defesa esquerdo.
    o rafa vendia, evolução zero, definição zero, finalização zero, é só velocidade só que isso é muito pouco.

    Gostar

    1. mas existe alguma lei do futebol que diga que os dois não podem jogar juntos.
      já agora convinha era comparar os dados de agora e não de à seis meses.

      Gostar

  3. Na minha opinião
    O Ody deveria continuar até pq ele já foi campeao pelo Benfica com Lage que acreditava nele
    É uma questao de confiança ja se viu que jj nao confia nele e so por isso ele deveria de sair.

    Sinceramente a aposta num 3-4-3 é uma aposta falhada
    A tactica deve transmitir uma identidade de uma equipa uma identidade de muitos tempo de pratica e de consolidação.
    A curto prazo pode mostrar-se eficaz mas a longo nao conheço uma equipa que continua a apostar num sistema como esse.
    Volta e meia e voltam a apostar numa defesa a 4.

    Na minha opiniao o Benfica e o 4-4-2 estão intimamente ligados. Foi assim que jogamos durante esta decada onde tivemos muitas alegrias (algumas tristezas tambem). Fomos Tetra quase penta nao fosse o Vitoria apostar no 4-3-3. Tanto se falou da falta de cunho pessoal que o homem lá quis meter o seu 433.
    E com o Lage inteligente voltou a apostar no 442. Dando liberdade e confiança aos jogadores.
    Jogadores estes alguns que lhe fizeram a cama depois…

    Se o Lage pudesse fazer uma equipa de base toda nova de certeza que nao estariam alguns dos jogadores chamados “mais influentes” no plantel. Disso tenho a certeza.

    Falando do plantel para o proximo ano, acho que deveriamos fazer regressar o Buta e o Mandava do Lille.
    Dar oportunidade a Vinicius, Yony, Embaló, Morato e Alfa Semedo que fez 40 jogos com o Reading. Florentino tem de fazer o mesmo que o Alfa e ganhar experiencia para voltar mais forte e confiante.
    Ter aquele Samaris de 2018/19 dos poucos que têm mistica.
    Contratava Dany Mota para o ataque

    Para além de jogadores dotados tecnicamente, precisamos de jogadores com muita disponibilidade física e com muita força mental essencial para entrar em campo e dar tudo o que têm pelo clube.

    O meu 11 seria:

    __________Ody
    Diogo-Morato-Vertongen-Grimaldo

    Rafa-Weigl-Samaris-Everton

    _____Seferovic-Nuñes

    Gostar

    1. isso de dizeres que perdemos aquele campeonato porque o rui mudou para o 433 não é verdade ele mudou para o 433 à 10ª jornada quando estávamos em terceiro e foi com esse 433 que chegou ao primeiro lugar.
      e não o aguentou não por ter jogado em 433 mas por questão estratégica que, a ser a mesma, o resultado ainda teria sido pior com o 442.

      pelos vistos não conhece a nossa historia e os bons resultados que tivemos a jogar em 433.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s