Meia dúzia (mais um) de argumentos pelos quais o empréstimo de Gedson ao Tottenham foi um bom ato de gestão

Meia dúzia (mais um) de argumentos pelos quais o empréstimo de Gedson ao Tottenham foi um bom ato de gestão:

1. Com a chegada de Weigl, são agora 4 os médios “à Lage” no Benfica – Weigl, Gabriel, Samaris e Taarabt. Se o Benfica precisar de um médio mais defensivo, há Florentino. Se precisar de um mais ofensivo, há Chiquinho. A grande qualidade de Gedson é a capacidade de transporte, mas Lage não pede isso aos seus médios. Além disso, se realmente chegar Bruno Guimarães, o Benfica ganha um jogador com essa qualidade e com várias outras que Gedson não tem. Dito isto, Gedson, simplesmente não se enquadrava no esquema de Lage.

2. Sabendo isso, Lage testou-o noutras posições, nomeadamente a fazer de Pizzi e a segundo avançado. Gedson não resultou em nenhuma, acumulando más exibições. Portanto, exibicionalmente, com Lage, Gedson nunca mostrou nada para ser uma opção válida.

3. Consta que o jogador não tem apresentado uma boa atitude ultimamente. O facto do Benfica “desesperadamente” se estar a tentar ver livre dele pode ter precisamente nisso uma causa. Ora, se um jogador não se dedica à causa Benfica, não pode fazer parte do plantel.

4. A Premier League é uma Liga onde tradicionalmente médios como Gedson são apreciados. Mais do que a técnica, em Inglaterra, muitos valorizam a capacidade física, de transportar jogo, de criar desequilíbrios de uma forma que Gedson é capaz de fazer.

5. O Tottenham tem tido muitos problemas no meio campo, pelo que Mourinho pode ver em Gedson uma solução mais rapidamente do que o esperado.

6. A opção de compra elevada permite acautelar que volte a acontecer o que aconteceu com Cristante e Jovic.

7. Segundo li algures, a família de Gedson mora em Inglaterra, o que pode ser um fator muito importante para manter o rapaz focado.

O empréstimo pode correr mal, claro, há sempre esse risco. O jogador pode não se adaptar a Inglaterra ou ao clube, ou pode continuar numa onda de fracas exibições, ganhando o rótulo de flop. É possível de acontecer, não desminto, para mais estando nós a falar de um jogador que cá nunca se fixou. No entanto, os (consta) 5M que já se garantiram com Gedson, esses já ninguém os tira ao Benfica, ao passo que se Gedson continuasse no Benfica, só iria desvalorizar. Enquanto que agora Gedson é visto como um dos médios mais talentosos da Europa, sendo com essa imagem que chega a Inglaterra, daqui a muito pouco tempo, seria visto como uma das grandes desilusões made in CFC. Como tudo, há um risco, mas a aposta, pelo menos para mim, é acertada.

2 thoughts on “Meia dúzia (mais um) de argumentos pelos quais o empréstimo de Gedson ao Tottenham foi um bom ato de gestão

  1. também acho que o emprestimo foi bom, gedson tem características ideais para um meio campo a três, como se viu com o rui e nas categorias de formação, que o lage não utiliza para alem de o seu forte ser o transporte de bola coisa que o lage não aprecia naquela posição preferindo o passe e a posse de bola.
    como eu disse no inicio da época prevendo já a sua pouca utilização a única posição que ele poderia render alguma coisa era a defesa direito, as outras em que foi utilizado atendendo à suas características era mais que previsível os desempenho que teve.

    se ele teve poucas oportunidade, a grande maioria fora da sua posição ainda por cima, com a chegada do weigl menos ainda ia ter e por esse motivo também, ou ainda mais, se justifica o seu emprestimo.
    até porque não são só esses três médios à lage o samaris também o é, pese embora a sua fraca produção este ano e algumas limitações que tem.
    e mesmo em quantidade ainda temos o fejsa que ainda não foi colocado, e começo a duvidar que o seja, e que foi sempre preferido como titular ao gedson mesmo quando não tínhamos muitas opções no meio campo.

    quanto ao destino acho que é mesmo o ideal para ele atendendo ás suas características mesmo que seja para jogar num esquema de dois médios centros apenas.
    já sobre o clube esse acho que foi péssimo e terá sido um erro é que a quantidade de jogadores, e qualidade, que ele tem como concorrência para o seu lugar é muito maior do que aquela que ele tinha até agora e por isso duvido muito que tenha alguns minutos sequer quanto mais ter mais do que teve até agora, mesmo considerando as dificuldades que o clube para onde foi tem tido naquela zona do terreno.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s