Tudo de bom, Toto!

Eduardo Salvio não foi convocado para a digressão aos Estados Unidos, pelo que é seguro dizer que deve estar de saída do Benfica.

Quando chegou, por empréstimo do Atlético de Madrid em 2010, Salvio foi um reforço que me deixou super entusiasmado. Não era para menos, uma vez que na altura ele era um dos mais promissores jovens jogadores do mundo. E a realidade é que ele não defraudou as expectativas, pois, mesmo tendo o Benfica feito uma época relativamente fraca, Salvio acabou a época com bons números e boas exibições, sendo que foi com alguma tristeza que o vimos regressou a Madrid quando acabou o empréstimo. Uma época depois, mesmo (ao que consta) apesar da forte pressão para se juntar ao nosso rival Porto, na altura bicampeão, aceitou a proposta do Benfica.

Passaram-se 7 épocas. Pelo meio, numa ocasião, em fim de contrato, aceitou renovar com o Benfica mesmo tendo propostas bem mais vantajosas na altura (certo que o empresário nos dificultou bem a vida, mas não podemos ignorar o ato do jogador). Nessas 7 épocas, Salvio foi campeão por 5 vezes, tendo sido um dos tetracampeões. Além disso, na maior parte dos títulos, Salvio foi protagonista, e não mero espectador.

É verdade que o rasgo de outrora perdeu-se. Noutros tempos, sempre que Salvio tinha a bola, podíamos esperar um drible que rasgasse completamente uma defesa e criasse uma chance de golo. Hoje, fruto das lesões que infelizmente o assolaram muito, Salvio já não é tão capaz disso… Mais ainda, Salvio nunca foi propriamente muito inteligente a jogar, pelo que, sem esse rasgo, Salvio tornou-se no tipo de jogador capaz de cansar os adeptos com as suas perdas de bola, algo que nem mesmo com os muitos golos que marcou foi possível amenizar.

Hoje, sinto que é o momento ideal para Salvio sair. Aliás, confesso que achei a renovação desnecessária. Salvio, a sair, sai campeão e sai com substitutos bem definidos. Mais ainda, com 29 anos, continuará a jogar e, se se portar bem, continuará a ser elegível para representar a sua seleção. No fundo, a sua saída é bom para todos. É bom para o Benfica, que se vê livre de um encargo salarial elevado, é bom para jogadores como por exemplo Jota, que ganham espaço no plantel principal do Benfica, é bom para o Salvio, que claramente não iria manter o seu estatuto de titular e assim pode continuar a jogar com regularidade, e é bom para a memória dos adeptos, que se vão lembrar de Salvio como um campeão e não como um desgraçado que se arrastava pelos relvados.

Neste último ponto, é o que eu espero que aconteça. É que a aparente incapacidade de Salvio singrar no Benfica atual não deve fazer com que nos esqueçamos de tudo o que ele nos deu. Salvio como um dos nossos, e espero que sempre que ele voltar à Luz, seja recebido assim mesmo, como um dos nossos. Por isso mesmo, se se confirmar que Salvio deixará o Benfica, desejo-lhe tudo de bom na sua carreira, porque ele o merece.

Anúncios

One thought on “Tudo de bom, Toto!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s