Análise à época desportiva: Update #6

Acabou a época da nossa equipa de basquetebol. Por outras palavras, acabou-se o suplício.

É impossível dizer alguma coisa boa sobre esta secção. O Benfica começou a época em litígio com o anterior treinador, forçou a saída do mesmo para colocar um espanhol que era ainda pior, e quando a situação se tornou insustentável, repescou Carlos Lisboa. Ora, qual é o problema? Os três não fazem um treinador, e acabámos a época a zeros.

Na Europa, expectavelmente, fomos afastados logo no início. Em Portugal, perdemos a Taça Hugo dos Santos para a Oliveirense e, na Taça de Portugal, fomos eliminados logo nos quartos de final pela Ovarense. No campeonato, ao segundo jogo da final, ainda deu para acreditar num milagre, quando recuperámos o factor casa. Na sexta-feira, uma atuação miserável de Cantero no campo (é daqueles casos que não dá para não individualizar) e de Carlos Lisboa no banco levou a que o perdessemos de novo o factor casa, e, no jogo 4, a Oliveirense apenas colocou um ponto final esperado na questão.

O problema do Benfica nunca será o plantel. Por muitas lacunas que o mesmo tenha, o Benfica tem o melhor lote de portugueses e os estrangeiros, embora haja alguns francamente fracos, tornam o Benfica a equipa mais forte individualmente. No entanto, perdemos, e estou em crer que o factor decisivo é mesmo o timoneiro. Arturo Álvarez era francamente mau, mas Carlos Lisboa, por muito lendário que seja no Benfica, não é o treinador que o clube precisa. Com tamanha lacuna no banco de suplentes, naturalmente, Norberto Alves faz a diferença.

O basquetebol do Benfica não precisa de mudar muitas peças para ser ganhador, mas precisa de fazer mudanças profundas. É claro que, dado o que certamente custam, é urgente substituir jogadores medianos como Cantero, Suárez ou até Gladness por estrangeiros com mais qualidade. É também claro que se Micah Downs sair, será uma grande baixa, e precisaremos de um craque como ele. No entanto, o plantel deveria chegar para ganhar o campeonato, pelo que as grande mudanças têm de ser estruturais. Tenho o máximo respeito pelo Carlos Lisboa, mas neste momento ele faz parte do problema. No entanto, dado que a equipa feminina ainda consegue ser mais vergonhosa, também toda a estrutura precisa de ser reformulada, não sei dizer como, mas precisa, porque os resultados do basquetebol Benfiquista são miseráveis.

O basquetebol nacional vai ganhar um candidato ao título no próximo ano. Dado que o Porto deve continuar com uma equipa low-cost, diria que a disputa, no próximo ano, será a 3. Resta saber o que fará o Benfica. Para já, tudo indica que Carlos Lisboa vai continuar, o que quer dizer que o Benfica partirá em desvantagem.

Anúncios

5 thoughts on “Análise à época desportiva: Update #6

  1. Dizes: “Por muitas lacunas que o mesmo tenha, o Benfica tem o melhor lote de portugueses e os estrangeiros, embora haja alguns francamente fracos, tornam o Benfica a equipa mais forte individualmente.” Não percebes muito de basket, pois não? Não branqueando a qualidade (ou a falta de qualidade) do Carlos Lisboa, o plantel do Benfica é claramente inferior ao da Oliveirense. Os nossos estrangeiros (tirando o Micah) são ridiculos quando comparados aos da Oliveirense.

    OP

    Gostar

    1. Não percebo muito de basket, é verdade, tenho que admitir. No entanto, por muito que os nossos estrangeiros sejam fracos (fora o Micah), acho que o nosso plantel não é inferior ao da Oliveirense porque tem muito mais profundidade. Fora o Barbosa, nenhum português da UDO cabia no nosso plantel. É claro que se a UDO jogar com 5 entre José Barbosa, Elissor, Travante, De Thaey, Coleman e o nosso dispensado Loncovic, será mais forte que o Benfica, mas quando se rodam peças, o Benfica não perde muita qualidade e a UDO perde. Estou a falar errado? (pergunta humilde, mesmo!)

      Não obstante, consta que Travante e Elissor estão de saída da UDO e que o destino deles será Lisboa, logo, a UDO deve perder alguma qualidade, com benefício para nós e para o Sporting.

      Gostar

      1. Boas. Concordo com a análise que fazes relativamente à profundidade… só que se analisares o tempo de utilização nos jogos decisivos da UDO (por exemplo: https://www.zerozero.pt/jogo.php?id=6910916) verificas que no cinco base, tirando o Coleman, todos têm quase 35 minutos de utilização … quase não existe rotação. A nossa profundidade só serviu para torrar dinheiro, pois a UDO com 6, 7 jogadores conseguiu apresentar sempre um 5 superior… acrescentando o Norberto vs Arturito ou Lisboa …
        Não costumo ser muito favorável a grandes revoluções, mas no nosso basket para voltarmos dominadores teremos que mudar muito. Penso que o Betinho regressa. Se conseguires 4 bons estrangeiros (para a realidade nacional) e ficares com Barroso, Miguel Maria, José Silva e o Hallman tens equipa que resiste ao Lisboa.

        Gostar

        1. É verdade o que dizeis, mas também tenho a percepção, exceptuando este último jogo que foi um amasso, que a UDO costuma quebrar um pouco à medida que o jogo avança. Por exemplo, no jogo 1, a Oliveirense ganha facilmente por causa do amasso do 1º período (muito consentido da nossa parte), mas depois o Benfica esteve por cima muito tempo, e ainda chegou a ameaçar na segunda parte. No jogo 2, a mesma coisa. A UDO começou muito bem, mas a segunda parte só deu Benfica.

          De qualquer, percebo o teu ponto de vista, e são os factos que demonstram que se calhar és tu quem está certo, que não precisamos de mais do que 6-7 jogadores, se bem que o fator Norberto é impossível de ignorar, claro. Também já ouvi o rumor do Betinho, que seria um reforço fantástico. Juntando o Travante (acho que o rumor que ouvi era Travante para nós e Elissor para o SCP, mas não tenho a certeza), não precisamos de muito mais. Obviamente, Micah Downs, Miguel Maria, Lisboa Jr, Barroso, Fábio Lima, José Silva e Cláudio Fonseca seriam para continuar (ponho algumas reservas no Arnette, pois não sou grande fã).

          Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s