As incongruências do senhor presidente

1. «Nunca me passou pela cabeça formar para vender». No entanto, Lindelöf (1 época e meia), Semedo (1 época), Ederson (1 época), Guedes (meia época) e Renato Sanches (meia época) foram todos vendidos pouco depois de assumirem a titularidade da equipa e alguns num estado de maturação ainda incompleto. Se não formamos para vender, para quê tanta pressa em vender?

2. «A estratégia foi, e acho que foi bem pensada, dar a conhecer o que é que produzimos no Seixal, como o Bernardo Silva, João Cancelo, Hélder Costa e Ivan Cavaleiro». Por outras palavras, havia a estratégia de apostar no Seixal. Como materializar essa estratégia? Vendendo os maiores talentos da altura para que outros clubes mostrassem que o Seixal estava a fazer um bom trabalho. Faz sentido? Claro que não. Foi uma estratégia bem pensada? Claro que não. Porque é que o presidente se vangloria com isto? Ninguém sabe.

3. «É melhor formar do que comprar? É». Plenamente de acordo. Mas se assim é, porque é que chegaram ao Benfica Lema e Conti quando já havia Ferro, já para nem falar em jogadores como Chrien, Mato Milos ou Arango?

4. «O Benfica não pode “cortar as pernas” a ninguém». Mas pode-se cortar as pernas ao Benfica? É algo assim tão extraordinário pedir a um jogador que tudo deve ao Benfica para ajudar o clube desportivamente mais um ano? Já agora, ao que parece, jogadores como Renato, Guedes ou Semedo têm um salário que nem sequer chega ao tecto salarial do Benfica. A ser verdade, em que medida é que, mantendo-os, estaríamos a cortar as pernas aos jogadores, tendo em conta que Renato é agora um jogador descredibilizado, Guedes teve de sair para um clube menor que o Benfica e Semedo é um mal-amado (injustamente, diga-se) no Barcelona?

Já não chega de areia?

4 thoughts on “As incongruências do senhor presidente

  1. 1- mas ele não os queria vender, alias ele nunca quis vender nenhum jogador, foram todos sem excepção que não só quiseram sair como a forçaram, eles são uns malandros.
    depois a coisa cai por terra quando pagamos comissões pela venda e na maioria das vezes nem sequer aos empresários do jogadores.

    Gostar

  2. Mas eu lembro-me muito bem de ele dizer a propósito do jogadores vendidos a 15 milhões… “ainda não podemos dizer, mais tarde vão perceber a estratégia. Nós estamos dez anos à frente dos outros.” Parece-me claro hoje ao que se referia.

    Gostar

  3. Se os estatutos do Clube fossem cumpridos, Vieira nunca poderia ter sido candidato a presidente do Benfica, quanto mais ter sido eleito.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s