Se eu fosse Luís Bernardo…

Se eu estivesse na posição de Luís Bernardo, muita coisa seria diferente. Pode parecer algo que podia ser dito por qualquer adepto tasqueiro, na onda do “a minha avó não falhava aquilo”, mas a verdade é que estou convicto que qualquer adepto Benfiquista, que sofra com o Sport Lisboa e Benfica, faria um trabalho melhor que Luís Bernardo. A maneira como a comunicação do Benfica (não) tem lidado com o caso dos emails é sintomático de que falta amor naquele departamento. Um adepto apaixonado seria incapaz de ver o nome do clube ser posto na lama e ficar calado, impávido e sereno. Mas enfim, estamos a falar do antecessor de Nuno Saraiva, um indivíduo mais discreto mas que enquanto esteve num dos nossos rivais foi igualmente rasteiro nos ataques contra o Benfica e em particular contra o nosso Renato. De qualquer maneira, se houvesse real preocupação com a imagem do clube na esfera pública, há uma série de questões, neste momento, já deviam ter sido feitas pela instituição Benfica.

1. A primeira coisa que eu perguntaria é em que medida é que a divulgação de relatórios médicos, relatórios de scouting, contratos de trabalho e outros documentos confidenciais absolutamente inócuos é relevante para o que um eventual whistleblower quer demonstrar. O que é que a sociedade ganhou em saber o estado clínico de atletas ou as opiniões dos nossos olheiros sobre jogadores de outros clubes? A divulgação disto contribuiu para quê, ao certo? Não será isto espionagem industrial?

2. A segunda pergunta que o Benfica já teria de ter deixado no ar é… em que é que o conteúdo dos emails realmente nos implica? Porque dizer que somos um clubes corrupto é um soundbyte muito batido, repetido exaustivamente por muitos, mas substância dos emails que demonstre isso, até ver, não se viu nada. Mas neste ponto não sou inocente, os nossos dirigentes não têm telhados de vidro, e se pedirem muito, é muito fácil incriminá-los com práticas eticamente reprováveis (veja-se o exemplo do casamento da filha de Domingos Soares de Oliveira).

3. Quanto ao hacker propriamente dito, a instituição Benfica já se devia ter demarcado da sua extradição. Não é que tal não nos possa dar jeito, mas se o hacker hoje está em Portugal, deve-o à Doyen e… ao Sporting. O Benfica já devia ter desmascarado a hipocrisia que é alguns adeptos do Sporting exibirem faixas a pedir a libertação de Rui Pinto quando é por causa de roubos ao Sporting que ele está preso.

PRINCIPALMENTE, 4. Este ponto é o mais importante, a meu ver. Lê-se que os SuperDragões fazem “segurança particular” à família do hacker, vê-se Fernando Madureira a criar petições online para que se liberte Rui Pinto, vêem-se sucessivas notícias onde se lê que o hacker tem sofrido ameaças de morte, mas, quem é que tem interesse no desaparecimento de Rui Pinto? É que se há instituição a quem não interessa minimamente que Rui Pinto desapareça, essa instituição é o Sport Lisboa e Benfica. O histórico de Rui Pinto mostra que ele já é experiente em tentativas de extorsão, por isso, alguém acredita que ele passou gigas de informação roubada ao Benfica a Francisco J. Marques sem contrapartidas? Por isso, se há clube que não tem interesse que Rui Pinto fale, esse clube não é certamente o Benfica. Enquanto Benfiquista, espero que ele diga tudo o que sabe. Mais ainda, se, nos casos que envolvem o Benfica, Rui Pinto quiser negociar uma possível liberdade a troco de informação, mandasse eu e o hacker podia ficar fora da prisão. Expor isto na esfera pública é essencial, senão algo de mau pode acontecer-lhe antes de ele falar e os acusados seremos nós, quando não temos interesse nenhum nisso.

A campanha dos emails teve como objetivo principal intoxicar a opinião pública, denegrindo imenso a imagem do Sport Lisboa e Benfica. E de facto tem resultado. A opinião pública desinformada encara o Benfica como o mau da fita, como um clube corrupto que merece condenação, e os autores do roubo de correspondência são vistos como heróis nacionais. Mesmo que tudo isto seja infundado, porque embora já tenham sido divulgadas práticas pouco éticas envolvendo dirigentes do Benfica, a verdade é que ainda não foi publicado rigorosamente nada que incrimine diretamente o Sport Lisboa e Benfica.
Reagir agora é reagir fora de horas, por isso, obrigado ao incompetente do “Luís do silêncio” e a quem o contratou e não o despede. Não obstante, tudo o que sirva para amenizar um pouco os danos deste caso é positivo, pelo que uma conferência de imprensa convocada por Luís Filipe Vieira onde todos estes pontos são esclarecidos é necessária, para ontem, quanto mais não seja para dar argumentos aos Benfiquistas que estão ainda à nora com este ataque extremamente bem preparado pelos nossos rivais. Por isso, por favor, presidente, faça isto acontecer. Se não quiser falar dos pontos todos, fale apenas do quarto, que é fulcral ser posto na esfera mediática neste momento, senão arriscamo-nos a ser comidos de cebolada. Chega de silêncios institucionais e de contra-ataques somente na justiça, pois qualquer vitória que lá obtenhamos terá pouco valor se a opinião pública não souber tudo o que se passa.

PS: A designação “espionagem industrial” não foi escolhida em vão. A meu ver, se se provar a ligação entre Porto e hacker, era importante não fazer disto um caso desportivo, porque este caso ultrapassa os tribunais desportivos. É um caso de espionagem industrial porque uma empresa cotada em bolsa apropriou-se de informação confidencial e estratégica da outra, obtendo com isso benefícios. Encarar isto como um caso desportivo é entrar numa guerra na lama sem grande utilidade prática, pois mesmo que hajam condenações, não compensarão os danos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s